Publications on “European comparative analysis and transfer of knowledge on juvenile delinquency forms” and “Drug Related and Juvenile Crime”

Fevereiro 13, 2012 às 9:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Descarregar os documentos Aqui

Among the IJJO´s main lines of action strong emphasis has been put on the development of research methods, such approach is the result of Observatory´s active involvement in projects conducted at the European and Latin American level. On this occasion the IJJO is pleased to present the public with the latest research results indicating the developments and the progress with regard to the European projects: “European Dimension: European comparative analysis and Transfer of Knowledge on juvenile delinquency forms” and “Drug Related Juvenile Crime – DREJC”.

Atelier Docs 4 Kids – Férias de Carnaval

Fevereiro 13, 2012 às 2:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

 

Para 2012, a Apordoc está a preparar um pacote de ateliers Docs 4 Kids, a desenvolver em vários espaços durante os períodos de férias lectivas. O primeiro destes ateliers vai realizar-se entre 20 e 22 de Fevereiro no Cinema São Jorge, em Lisboa. Durante estes três dias, o atelier irá preencher as manhãs e tardes de crianças dos 8 aos 12 anos.

Objectivos
Pretende-se sensibilizar os participantes para as questões da representação/construção cinematográfica do real, para os seus próprios mecanismos subjectivos na activação de um ponto de vista singular sobre o mundo e, finalmente, para a relação com o mundo através da visão.
Sendo um atelier destinado a crianças que vivem em contexto urbano, iremos trabalhar através do visionamento de filmes, discussões e actividades lúdico-pedagógicas a questão da poluição visual urbana, dos condicionamentos via mensagens publicitárias a que cada cidadão está sujeito e da (re)descoberta do nosso mundo envolvente, da imagem do nosso olhar.

Mais informações Aqui

30º Curso de Formação Geral para o Voluntariado

Fevereiro 13, 2012 às 1:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

Inscrições até 15 de Fevereiro de 2012.

Mais informações Aqui

176 mil crianças perderam abono de família

Fevereiro 13, 2012 às 6:00 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

Notícia do site Dinheiro Vivo de 30 de Janeiro de 2012.

O número de crianças que recebem abono de família voltou a diminuir em dezembro. Segundo mostram os dados da Segurança Social, no final de 2011 recebiam este apoio social menos 176 mil crianças do que um ano antes. O aperto das regras para a concessão do abono e a eliminação dos 4º e 5º escalões explicam que o número de beneficiários continue a cair e contribuíram para a poupança de 283 milhões de euros com esta despesa.

Em dezembro de 2011 contavam-se 1203 mil crianças titulares de abono de família, o que traduz uma quebra de 12,7% face ao mês homólogo do ano anterior e de 8% (ou menos 96 mil)a comparação com Janeiro.

A criação de novas regras para a atribuição do abono de família em Novembro de 2010 (que passou a estar dependente da prova de condição de recursos) e a eliminação dos dois últimos escalões deste apoio social, provocou uma forte quebra no número de crianças beneficiárias na último trimestre de 2010, mas os dados da Segurança Social mostram que há cada vez menos famílias que conseguem “cumprir” os critérios elegíveis para aceder ou manter o abono.

Com a prova de condição de recursos, os serviços da segurança social passaram a ter em conta não apenas o rendimento de trabalho dos pais do menor, mas outras rendimentos como valores depositados em contas bancárias. Esta mudança e a eliminação dos 4º e 5º escalões (decididas também no final de 2010) fazem com que, na prática, os agregados com um filho cujo rendimento ultrapasse os 1257 euros, já não tenham direito ao abono de família.

Estas mudanças e também a eliminação da majoração em 25% do valor do abono nas famílias com rendimentos mais baixos, permitiram ao Estado poupar cerca de 283 milhões de euros em 2011. De acordo com os dados da execução orçamental, a despesa com estes apoio social reduziu-se cerca de 30% face a 2010, caindo de 968,2 milhões de euros para os 674,9 milhões gastos no ano passado.

A cair está também a verba utilizada para pagar o rendimento social de inserção. Entre 2010 e 2011, o Estado gastou menos 105 milhões de euros neste apoio social, o que se deve também à descida do número de beneficiários.

Em dezembro do ano passado, estavam a receber RSI 317.478 pessoas. Apesar deste número traduzir uma ligeira subida face aos 313.822 titulares registados no mês imediatamente anterior, os dados anuais mostram que ao longo de 2011 os beneficiários do RSI nunca foram além dos 327 mil, contrastando, por isso, com os “picos” de mais de 400 mil observados um ano antes.

 


Entries e comentários feeds.