Chumbos, más notas e autoestima

Fevereiro 7, 2012 às 9:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

Artigo da Pais & Filhos de 30 de Janeiro de 2011.

Os estudantes que nunca chumbaram, mas durante o ano letivo tiram más notas, têm habitualmente uma autoestima mais baixa do que os alunos que já reprovaram, segundo revela um estudo realizado pelo Instituto Superior de Psicologia Aplicada (ISPA). Francisco Peixoto, docente da instituição, coordenou um trabalho de investigação junto de adolescentes portugueses para tentar perceber o efeito do insucesso escolar nos níveis de autoestima.

«Quando comparamos alunos que nunca repetiram ano nenhum com alunos que têm pelo menos uma repetência verificamos que têm níveis de autoestima semelhantes», contou Agência Lusa Francisco Peixoto. Isto porque, perante o insucesso escolar, os estudantes têm tendência a investir noutras áreas do autoconceito para conseguir manter uma imagem positiva de si próprios. «Quando o autoconceito académico é mais baixo, acabam por compensar isso com outras áreas como a das relações sociais, do desporto ou das relações interpessoais com o sexo oposto», explicou o investigador.

De acordo com a investigação, a redução da autoestima acontece apenas na primeira vez que reprovam. «O que marca a diferença é terem repetido um ano. Depois, a 2ª ou 3ª repetência é indiferente porque o autoconceito académico já estabilizou e não baixa muito mais», refere.

Afinal, quem tem a autoestima mais em baixo são os alunos que nunca chumbaram, mas vivem durante o ano letivo a possibilidade de tal acontecer. No caso dos estudantes «que durante o ano tiveram duas, três ou quatro negativas e, depois, conseguem passar, pode haver uma tendência para baixar a autoestima. A aproximação de um eventual insucesso provoca uma diminuição na autoestima global, por achar que se calhar vai falhar», disse ainda o professor do ISPA.

Estes alunos, ao contrário do que acontece com os que reprovam, sentem que pertencem à escola e consideram que a educação é importante. Dão valor às notas e aos resultados. Nos casos em que os jovens não conseguem lidar com o insucesso e mantêm a autoestima baixa a situação pode tornar-se preocupante. O investigador lembra que a depressão está associada a níveis baixos de autoestima e que, nestes momentos, a família desempenha um papel importante, porque «pode ter um efeito amortecedor».

À família cabe a responsabilidade de fazer perceber ao jovem onde estão as causas de insucesso e de o «fazer ver que há outros aspetos na vida que são igualmente importantes».

«Na adolescência, a escola ocupa grande importância e o facto de estar mal na escola pode ser compensado por outras áreas da vida. Claro que se aprenderem a lidar eficazmente com a situação, acabam por se tornar mais adaptados», defendeu o investigador.

Google lança Centro de Segurança Familiar

Fevereiro 7, 2012 às 4:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

Notícia do Expresso de 7 de Fevereiro de 2012.

O centro da Google, que é hoje apresentado em Portugal por ocasião do Dia da Internet Segura, dá sugestões aos pais sobre como podem ajudar os filhos no uso da Internet. 

A Google lança hoje um espaço destinado às famílias e à relação das crianças com a Internet de uma forma adequada, tendo como parceiros investigadores e a Comissão Nacional de Protecção das Crianças e Jovens (CNPCJ).

O Centro de Segurança Familiar da Google, já existente noutros países, é hoje apresentado em Portugal, no Dia Europeu da Internet Segura.

“A ideia é, em cada país, haver uma série de vozes que, com base no conhecimento do país, apresentem aos pais algumas sugestões e indicações sobre como é que podem ajudar no uso da Internet pelos filhos e o que significam certos resultados que encontrámos na investigação”, disse à agência Lusa a investigadora Cristina Ponte, coordenadora do projeto “EU Kids Online Portugal”.

Este é, para a especialista, o aspeto mais interessante da iniciativa: “É evidente que faz parte de uma política de captação de uma imagem de responsabilidade social, mas que se dirige às famílias de cada país, não é um texto igual para todos”.

Cristina Ponte sublinhou que neste projeto houve a preocupação de “contactar com quem tem experiência, com quem tem investigação” e está no terreno, para produzir pequenos textos, numa linguagem acessível, para disponibilizar neste espaço.

“O que nos foi pedido foi sermos parceiros e disponibilizámos alguns resultados do nosso estudo”, acrescentou.

A CNPCJ vai fazer parte do conselho consultivo do Centro de Segurança Familiar da Google.

Prevenir situações de risco

Em declarações à Lusa, o presidente da CNPCJ, Armando Leandro, explicou que o centro vai ser muito importante para a educação e formação de crianças, jovens, professores e pais, para prevenir situações de risco na utilização da Internet.

“A Internet é um mundo maravilhoso para crianças e jovens, mas também envolve riscos se não for utilizada em segurança, por isso a criação deste centro de estudos que, além da comissão, envolve mais instituições e vai permitir levar a cabo projetos de prevenção de risco e de formação”, adiantou.

Armando Leandro salientou ainda a importante cooperação da empresa Google no sentido de arranjar novas ferramentas que ajudam a garantir a privacidade e a segurança dos utilizadores.

“O Centro pretende também debruçar-se sobre a temática do bulliyng e ciberbulliyng. É preciso saber as suas origens e fatores”, disse.

Além da CNPCJ e da Google, estão envolvidos no projeto a UNICEF, Portugal, UE Kids Online Portugal, Associação Plataforma Internet Segura, Miúdos Seguros, Instituto de Apoio à Criança e a Polícia Judiciária.

 
 

Cyberbullying

Fevereiro 7, 2012 às 2:00 pm | Publicado em Divulgação, Recursos educativos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

Banda desenhada retirada daqui

Acção de Formação – Neuropsicologia da Criança e Adolescente

Fevereiro 7, 2012 às 1:00 pm | Publicado em Divulgação, Uncategorized | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

OBJECTIVOS
Adquirir conhecimentos sobre neurodesenvolvimento, perturbações da comunicação, perturbações psicomotoras e dificuldades de aprendizagem na perspectiva neuropsicológica.
Desenvolver competências de avaliação e intervenção neuropsicológica de crianças e adolescentes.
PROGRAMA
INTRODUÇÃO HISTÓRICA À NEUROPSICOLOGIA DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (3h)
NEURODESENVOLVIMENTO (6h) – Desenvolvimento neurobiológico. Desenvolvimento funcional
ALTERAÇÕES DO NEURODESENVOLVIMENTO (6h) – Malformações. Distúrbios da maturação. Lesão cerebral aquirida na infância
PERTURBAÇÕES DA COMUNICAÇÃO (3h)
ALTERAÇÕES PSICOMOTORAS (6h)
DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM NUMA PERSPECTIVA NEUROPSICOLÓGICA (18h) – Dislexia. Perturbação de hiperactividade com défice de atenção. Distúrbios do espectro da empatia
AVALIAÇÃO NEUROPSICOLÓGICA DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (6h) – Neurodidática
INTERVENÇÃO NEUROPSICOLÓGICA (6h)
ESTUDOS DE CASO (6h)
METODOLOGIAS
Metodologias expositivas e participativas. Estudos de caso
DURAÇÃO
60 Horas

As sessões decorrerão aos sábados, das 10:00h às 13:00h e das 14:00h às 17:00h, nos seguintes dias:
Fevereiro: 11, 25
Março: 10, 24
Abril: 14, 28
Maio: 12, 26
Junho: 16, 30 

Mais informações Aqui

Dia da Internet Segura 2012 – Kit de Recursos para as Escolas

Fevereiro 7, 2012 às 6:00 am | Publicado em Divulgação, Recursos educativos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

Welcome, and thank you for joining us to celebrate Safer Internet Day (SID) 2012, taking place on Tuesday 7 February 2012 with the theme ‘Connecting generations’ and the slogan ‘Discover the digital world together… safely!’. 

This year, for the first time, we have produced a SID kit for schools (and other educators), to bring together some great resources for raising internet safety awareness. This document outlines its contents.

 

You can use the resources as best suits your local circumstances. For example, you may choose to use all or a selection of the resources, or you may choose to take parts of the kit and adapt them to your own needs. Likewise, although Safer Internet Day is celebrated on a particular day, you may choose to raise the profile of online safety over a day, week or month, depending on what is appropriate in your individual setting. And, as this year’s theme focuses on ‘connecting generations’, you may wish to involve parents, grandparents or other members of the local community in your activities and events too.

 

In addition to the resources outlined here, we are also running a couple of great competitions for children and young people to create their own internet safety resources, in the form of posters or video clips. There are some fantastic prizes to be won, or even the chance of becoming an ambassador for promoting online safety messages in the future.

 

We hope you find this kit useful. Should you have any comments, questions or suggestions for future SID campaigns, please get in touch via the Safer Internet Day helpdesk [SID-helpdesk@eun.org].

 

And please remember to keep checking the Safer Internet Day website both leading up to and beyond the day for the latest information on SID celebrations in your own country, and across the globe [see www.saferinternetday.org/members].

 

Finally, if you’d like to let us know about your own events and activities for Safer Internet Day 2012, please tell us via your local SID committee or via the online form at www.saferinternetday.org/si

 


Entries e comentários feeds.