Alunos sobredotados são ignorados nas escolas e vivem à margem da lei

Dezembro 2, 2011 às 9:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

Notícia do i de 19 de Novembro de 2011.

Kátia Catulo

É caso único na Europa. Congresso alerta para o desperdício de talento que, sem apoio, será formatado pelas escolas até à normalidade.

 Quantos alunos sobredotados estão nas escolas portuguesas é um cálculo que só se faz por aproximação. Os professores não ouvem falar deles durante a sua formação, o ensino não consegue identificá-los e, no plano legal, nem sequer têm direito a existir. “Não há um decreto. Portugal é, aliás, caso único na Europa”, conta Cristina Palhares, da Associação Nacional para o Estudo e Intervenção na Sobredotação (ANEIS), que promove hoje em Braga o segundo dia do congresso internacional “Sobredotação e Talento – Atenção da Escola à Diversidade”.

 Ao não haver “suporte legal”, não há também maneira de promover formação, desenvolver currículos adaptados ou direcionar os recursos das escolas para apoiar esta população. Saber quantas crianças sobredotadas vivem em Portugal não tem uma resposta direta. Estima-se que sejam 3% a 5% da população mundial: “Num universo de mil alunos de uma escola, serão 50 crianças, mas não estão minimamente identificadas.”

 Lá fora é diferente e o congresso da ANEIS trouxe dois exemplos que poderiam ser adotados nas escolas portuguesas. Brasil e Espanha têm estas crianças inseridas no grupo de alunos com necessidades educativas especiais: “Estes meninos são acompanhados pelos mesmos professores que apoiam as crianças com deficiências.” Isto faz todo o sentido, defende Cristina Palhares. Por serem diferentes da norma, precisam de atendimento especializado.

 Falta de legislação e incapacidade das escolas de sinalizar crianças sobredotadas têm consequências, embora seja difícil algum dia virmos a saber quanto talento o país desperdiça. Como tudo na vida, a inclusão tem um reverso, avisa a secretária da direcção da ANEIS. E se, para o caso das crianças deficientes, estar nas mesmas turmas que outros colegas contribui por si só para subir o seu desenvolvimento, o mesmo não acontece com os sobredotados. “Se não existir um atendimento diferenciado, a escola vai formatando a criança até a normalização.”

 Sem acompanhamento, a escola não faz mais que normalizar o talento que estas crianças desenvolvem mesmo em meios hostis. “Conheci um menino que sabia ler e escrever muitíssimo bem com cinco anos e não tinha um livro em casa. Há crianças que, mesmo em ambientes adversos, conseguem desenvolver os seus talentos.” Isso só não chega. Sem trabalho, o dom atrofia, como “qualquer músculo que não é exercitado”.

Oficinas de Sociologia da Infância

Dezembro 2, 2011 às 1:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

Departamento de Ciências Sociais da Educação (DCSE)
Campus de Gualtar
4710-057 Braga
Telefone: 253604279 , 253601200
Fax: 253601201
EMail: secdcse@ie.uminho.pt;

 sarmento@ie.uminho.pt

 URL: http://www.ie.uminho.pt

NATALIS – Feira de Natal de Lisboa

Dezembro 2, 2011 às 6:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: ,

A AIP – Feiras, Congressos e Eventos, realiza de 3 a 11 de Dezembro de 2011, a NATALIS – Feira de Natal de Lisboa. Na sua 6ª Edição, o maior mercado para prendas de Natal voltará a realizar-se nas instalações da FIL, no Parque das Nações.

Prosseguindo a consolidação no mercado como a maior Feira com as suas características, a NATALIS é uma Feira fundamental para os mais de 180 Expositores, nacionais e estrangeiros, que já a colocaram na sua agenda.

DATAS E HORÁRIOS

Realização – 3 a 11 de Dezembro, das 15h00 às 23h00
Montagem – 1 de Dezembro, das 15h00 às 20h00
                    2 de Dezembro, das 08h00 às 20h00
Desmontagem – 12 e 13 de Dezembro, das 08h00 às 20h00

BILHETEIRA (valor reverterá a favor das IPSS presentes na Feira)

Individual – 2,00 Euros
Estudantes, Cartão Jovem, Seniores (>65 anos) – 1,00 Euros
Menores de 10 anos – Grátis
(obrigatório apresentação de comprovativo de idade)

No Natal damos e recebemos, presentes originais, úteis a preços convidativos. A Natalis apresenta mais 150 empresas com milhares de propostas de prendas de Natal desde livros, peças de artesanato nacional, têxteis e moda, produtos gourmet, charcutaria e doçaria, jogos e brinquedos, decorações de Natal, perfumes…
Mais de 60 IPSS – Instituições de Solidariedade Social promovem a sua actividade – produtos desenvolvidos por cada uma deles, actividades lúdicas, culturais e formativas – numa atitude cívica e de solidariedade social.

Natalis marca transição do Ano Europeu do Voluntariado para o Ano Europeu do Envelhecimento Activo
Com a Presença do Ministro da Solidariedade e Segurança Social, Pedro Mota Soares, a Natalis vai ser o palco para a cerimónia de encerramento do Ano Internacional do Voluntariado e Cidadania Activa para o Ano Internacional do Envelhecimento Activo. A mesma realiza-se no dia 5, pelas 18h00, no auditório da Natalis, pavilhão 1.
Portugal no Coração em directo dia 5 – Entrevistas e muita animação alusiva ao tema do Natal e da Solidariedade, com artistas conceituados e jovens talentos. Árvore de Natal gigante serve de palco.

A Solidariedade passa também por fomentar um envelhecimento digno e de excelência, em parceria com a Escola Superior João de Deus, a Natalis promove as 1as Jornadas sobre Gerontologia – O Sentido do Envelhecimento e da Solidariedade.
Saiba Mais…


Entries e comentários feeds.