Tatue o número de telefone no seu filho para ele não se perder

Setembro 21, 2011 às 9:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

Notícia do i de 8 de Setembro de 2011.

por Clara Silva,

A ideia é de uma empresa algarvia que começou a vender tatuagens temporárias há dois meses. Os clientes são pais que vão para férias, infantários e até doentes de Alzheimer

Tatuar um miúdo de três anos com um número de telefone pode parecer uma ideia absurda. Ainda por cima sabendo que dentro de pouco tempo o número poderá não estar a funcionar. Mas Jorge Pereira, um dos sócios da empresa Feel Good, garante que as tatuagens não duram para sempre, que até desaparecem em pouco tempo. “Eu próprio experimentei com os meus filhos e, depois de muita praia e muita piscina, a tatuagem desapareceu ao fim de três semanas”, conta o empresário de 37 anos.

Jorge e outros dois sócios da empresa Feel Good – o suíço Peter Graf e o holandês Mark Rink – decidiram criar um negócio de “tatuagens temporárias de segurança”. Semelhantes às que saem como brinde nas batatas fritas, as tatuagens de segurança colam-se à pele com água ou com um pano húmido. “Temos um catálogo online [www.feelgood. ecde.org] com bonecos como sereias, cavalos, cães, dragões… A mais popular é a de um cowboy com um burro e a de um tigre com desenhos tribais”, conta Jorge. “A ideia é, além do desenho, tatuar o número de telefone do responsável para o caso de as crianças se perderem.”

Há seis meses, a empresa com sede em Olhão começou a exportar tatuagens de segurança para a Holanda, “onde o número de crianças desaparecidas é muito elevado”. Segundo os dados da guarda costeira holandesa, em 2010 desapareceram entre 35 e 95 crianças por semana, mais 35% que no ano anterior. “O estudo prova que grande parte dos desaparecimentos se deveu a distracções dos pais, por causa da utilização excessiva de netbooks e smartphones”, explica Jorge.

A ideia inicial era estabelecer acordos com agências de viagens. “Depois de marcar a viagem, a agência ofereceria um voucher com uma tatuagem para os miúdos.” Por enquanto a Feel Good ainda não tem nenhum acordo – “até porque só começámos o negócio em Portugal há dois meses” -, mas alguns portugueses já encomendaram tatuagens através do site. “Tivemos um casal que foi de férias para a Tailândia e até quis que escrevêssemos em tailandês”, conta Jorge. “Também houve um infantário que nos encomendou uma tatuagem com o logotipo deles e um número para uma visita de estudo. É bom para visitas a sítios onde há muita gente, como praias e parques aquáticos. ”

Apesar de serem destinadas aos mais novos, a Feel Good já teve outros clientes: “Recebemos o pedido de uma família para uma pessoa com Alzheimer.” Jorge garante que as tatuagens demoram entre um e dois dias a chegar por correio. Cada uma custa 70 cêntimos e vendem-se em folhas A4 com 12 ou 18, conforme o desenho.

DESAPARECIDOS Em Portugal, nos primeiros quatro meses do ano, a Associação Portuguesa de Crianças Desaparecidas registou 819 casos: 53 até aos 12 anos e os restantes 766 entre os 12 e os 18 anos. No início de Maio, 23 crianças ainda estavam desaparecidas.

TrackBack URI


Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: