Espaço Europa + Concurso “Portugal Europeu”

Setembro 15, 2011 às 9:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social, Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

Notícia publicada no site da DGIDC

O Espaço Europa, da responsabilidade do Gabinete do Parlamento Europeu e da Representação da Comissão Europeia em Portugal, tem como objectivo promover um maior conhecimento sobre a União Europeia. À semelhança do último ano lectivo, este espaço está disponível para em 2011-12 continuar a receber visitas das escolas e respectivos Clubes Europeus (professores e alunos dos 2º e 3º ciclos e ensino secundário).

A dinamização das visitas terá em conta os ciclos de escolaridade frequentados pelos alunos e consistirão, nomeadamente, numa pequena sessão de boas vindas, seguida de uma visita, à Exposição “Portugal Europeu – Meio Século de História”, apoiada em áudio-guias,. Após a exposição e no mesmo espaço, haverá visionamento de filmes e acesso a equipamentos interactivos (quiosque, linha do tempo e jogos interactivos).

No final da visita, as turmas de composição homogéneas (18 a 24 alunos na faixa etária dos 14-15 anos ou dos 17-18 anos) poderão participar no concurso “Portugal Europeu”.

O concurso consiste no preenchimento de um questionário de escolha múltipla com o objectivo de testar o nível de conhecimentos sobre a União Europeia e conteúdo da exposição. O prémio a atribuir às equipas vencedoras será uma viagem ao Parlamento Europeu em Estrasburgo para participar numa sessão Euroscola. (Regulamento)

As marcações das visitas deverão ser efectuadas através do email: espaco-europa@espaco-europa.eu

Mais informações em http://ec.europa.eu/portugal/espacoeuropa/index_pt.htm

Fonte: dsie

98º Aniversário do Nascimento de João dos Santos

Setembro 15, 2011 às 2:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: ,

 

João dos Santos, Sócio n.º 1 do Instituto de Apoio à Criança, nasceu a 15 de Setembro de 1913 e faleceu a 16 de Abril de 1987.

João dos Santos

1913 – Nasce em Lisboa.

1936 – Termina o curso de professor de Educação Física.

1939 – Termina o curso de Medicina, especializando-se em psiquiatria.

1945 – Trabalha nos Serviços de Psiquiatria Geral do Hospital Júlio de Matos. Participa numa reunião do MUD (Movimento de Unidade Democrática), subscrevendo o pedido de eleições livres.

1946 – É demitido do cargo de 1º Assistente do Hospital Júlio de Matos e impedido de entrar em qualquer hospital, ficando desempregado.

Vai, então, para França, durante quatro anos, onde trabalha, com o estatuto de funcionário público, com grande vultos da Psicologia, Psiquiatria e Psicanálise (nomeadamente no Centro de Pesquisas Científicas de França (C.N.R.S.), no Laboratório de Biopsicologia da Criança (H. Wallon e estágios com G.Heuyer, ª Thomas, J. Ajuriaguerra, S.Lebovici, H.Ey, J.Delay.)

1947 – É admitido pela Comissão de Ensino da Sociedade Psicanalítica de Paris, pertencendo à segunda geração de psicanalistas franceses ligados a Freud.

1950 – Regressa a Portugal, onde trabalha na clínica privada de Barahona Fernandes.

1951-52 – Funda e dirige os dois primeiros Centros Psicopedagógicos em Portugal: na Voz do Operário e no Colégio Moderno.

1952 – Participa na criação da Secção de Higiene Mental no Centro Sofia Abecassis.

1954 – Participa na fundação do Colégio Claparède.

1955 – Conjuntamente com Henrique Moutinho e Maria Amália Borges, criou o Centro de Recuperação Visual (mais tarde Centro Helen Keller)

É readmitido, oficialmente, no Hospital Júlio de Matos, passando a dirigir a sua Secção Infantil.

1956 – Participa na fundação da Liga Portuguesa de Deficientes Motores.

1958 – Participa na fundação da Associação Portuguesa de Surdos e a Secção de Paralisia Cerebral.

1964 – Apresenta um plano para a organização do Centro de Saúde Mental Infantil de Lisboa, iniciativa percursora no sector da Psiquiatria em Portugal.

1965 – É criado o Centro de Saúde Mental Infantil de Lisboa e nomeado seu Director, cargo que ocupa até à sua jubilação dos cargos públicos, em 1982.

1968-1973 – Ministra o Curso de Saúde Mental, na Escola Nacional de Saúde Pública.

1971 – Participa na fundação da Liga Portuguesa Contra a Epilepsia.

1973 – Participa na fundação da Sociedade Portuguesa de Psicanálise.

1974 – Integra a Comissão encarregada pelo Ministério dos Assuntos Sociais de estudar e regulamentar uma política de protecção da maternidade e da primeira infância.

1975 – Cria um novo Serviço no Centro de Saúde Mental Infantil de Lisboa, a Casa da Praia (que existiu como estatal até 1992, altura em que foi extinto, tendo prosseguido, com os mesmos objectivos, como Instituição Particular de Solidariedade Social).

1979 – É encarregado do Curso de Psicopatologia Dinâmica da nova Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Lisboa, onde lecciona até 1982.

1982 – Compila os artigos da sua coluna do “Jornal da Educação”, assim como outros que escrevera desde 1953, e que foram publicados em dois volumes, com o título “Ensaios da Educação”.

1983 – Realiza, na Rádio Comercial, uma conversa semanal com João Sousa Monteiro, que ficaram registadas em dois livros – “Se não sabe porque é que pergunta” e “Eu agora quero-me ir embora”.

1985 – A Faculdade de Motricidade Humana, da Universidade Técnica de Lisboa, confere-lhe o grau de Doutor Honoris Causa.

1987 – Morre em Lisboa, no dia em que dá por terminada a sua última obra “Casa da Praia – um psicanalista na escola”.

  • Funda a Secção de Higiene Materno-Infantil de Campo de Ourique, mais tarde chamado Centro Sofia Abecassis, ode, pela primeira vez, em todo o mundo se aplicou um programa de Saúde Mental para a primeira infância.
  • Funda o Colégio Eduardo Claparède destinado a crianças-problema e onde se iniciou em Portugal o primeiro Seminário Psicopedagógico e uma Escola de Pais.
  • Com a pedagoga M. Amália Borges, cria em 1954 os dois primeiros Centros Psicopedagógicos existentes em Portugal: nas escolas da mais importante associação operária “Voz do Operário” (cerca de 1200 alunos) e no colégio privado “Colégio Moderno” (cerca de 500 alunos).
  • Cria a Liga Portuguesa de Deficientes Motores (1956), associação que, um ano mais tarde cria a secção de Paralisia Cerebral que deu lugar ao primeiro Centro de Paralisia Cerebral em Portugal.
  • Com Henrique Moutinho cria a primeira classe para crianças amblíopes existente em Portugal e mais tarde (1956) o Centro Hellen Keller, destinado à prevenção, tratamento e reeducação de crianças deficientes visuais. Foi o primeiro centro no mundo que integrou na mesma escola crianças cegas, amblíopes e de visão normal.
  • Participa na fundação da Associação Portuguesa de Surdos
  • Com Dora Bettecourt funda a Liga Portuguesa contra a Epilepsia (1968).
  • Funda, com outros psicanalistas, a Sociedade Portuguesa de Psicanálise.

             É o sócio nº 1 do Instituto de Apoio à Criança (1983).

 

Texto retirado do site da Casa da Praia

Acção de Formação – Processos Individuais dos Clientes em Instituições Sociais

Setembro 15, 2011 às 1:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

O Departamento de Formação Permanente  do ISPA, vai realizar a Acção de Formação – Processos Individuais dos Clientes em Instituições Sociais em Outubro nos dias 7, 14, 21 e 28.

DESTINATÁRIOS
Técnicos envolvidos na elaboração, acompanhamento e avaliação de processos individuais de clientes em instituições sociais: psicólogos, assistentes sociais, sociólogos, animadores sociais, enfermeiros, educadores sociais e educadores de infância ou outros
OBJECTIVOS
Compreender a importância da gestão de qualidade
Aprender a operacionalizar processos individuais de clientes com toda a informação/documentação necessária, tendo como base os manuais de gestão de qualidade da Segurança Social

COMPETÊNCIAS
Elaborar, de acordo com a resposta social, o processo individual, utilizando impressos e instrumentos adequados
Compreender a importância e forma de elaborar e acompanhar o processo individual numa perspectiva de cooperação com outros técnicos, familiares e o próprio cliente
Utilizar a metodologia de melhoria contínua da qualidade na elaboração, acompanhamento e avaliação do processo individual
PROGRAMA
QUALIDADE E MELHORIA CONTÍNUA (4h) – Conceito de qualidade, princípios da qualidade e melhoria contínua

MANUAIS DE GESTÃO DA QUALIDADE DA SEGURANÇA SOCIAL (4h) – Objectivos e organização. Processos chave. Modelo de avaliação

PROCESSOS DE CLIENTES POR RESPOSTA SOCIAL/PROCEDIMENTOS, IMPRESSOS E INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO (6h) – Plano de Desenvolvimento Individual (Serviço de Apoio Domiciliário, Centro de Dia, Creche). Plano Sócio-Educativo Individual (Centro de Acolhimento Temporário, Lar de Infância e Juventude). Projecto de Desenvolvimento Individual (Centro de Actividades Ocupacionais). Projecto Individual (Lar Residencial)

PAPEL DO CLIENTE, FAMÍLIA, TÉCNICOS E COLABORADORES NA ELABORAÇÃO, ACOMPANHAMENTO, AVALIAÇÃO E ALTERAÇÕES DO PROCESSO INDIVIDUAL (2h)

Mais informações Aqui

Os jovens e o álcool : consciencialização dos jovens para as consequências que advêm do consumo nocivo de álcool

Setembro 15, 2011 às 6:00 am | Publicado em Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

Trabalho escrito no âmbito da cadeira de Psicologia da Saúde do Mestrado em Psicologia, Aconselhamento e Psicoterapia da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias em Junho de 2009 pela Drª Palmira Carvalho Coordenadora Pedagógica / Mediadora do Grupo de Trabalho da Actividade Formativa do Serviço de Formação do Instituto de Apoio à Criança, sediado no Centro de Estudos, Documentação e Informação sobre a Criança (CEDI – IAC).

Os jovens e o álcool

 


Entries e comentários feeds.