Exposição – Pequenos Pessoas

Junho 28, 2011 às 9:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

Mais informações Aqui

II Seminário da Rede de Ludotecas de Cascais

Junho 28, 2011 às 2:00 pm | Publicado em CEDI, Divulgação, O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , , ,

Terá lugar no próximo dia 2 de Julho, pelas 9h30, na Casa das Histórias Paula Rego, Av. da República, em Cascais, o II Seminário da Rede de Ludotecas de Cascais que conta com a participação da Dra. Natália Pais e do Dr. Emílio Salgueiro, Membros Fundadores do Instituto de Apoio à Criança.

O Grupo de Trabalho sobre a temática “As Ludotecas e a Participação e Intervenção das Crianças e dos Jovens”será dinamizado pela Dra. Cláudia Manata do Outeiro (IAC-CEDI), em substituição da Dra. Catarina Tomás (ESELx).

A “rede” de Ludotecas de Cascais é composta por sete ludotecas onde se tem investido na qualificação das equipas técnicas, nomeadamente através da Supervisão a cargo da Dra. Natália Pais e da Dra. Ana Maria Araújo Pessanha.

Inscrições para o e-mail: dase@cm-cascais.pt ou pelos telefones 214 815 237 / 214 815 233 (na inscrição deverá indicar qual o grupo de trabalho que pretende)

 

Muda o Bairro

Junho 28, 2011 às 1:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: ,

Olá a todos os parceiros! Como é do vosso conhecimento, o Projecto Ser Maior teve a sua candidatura ao Muda ao Bairro aprovada. Entre os dias 28 de Junho e 1 de Julho, vamos pintar a fachada do Polivalente do Bairro da Boavista, juntamente com algumas entidades que intervêm no Bairro. Gostaríamos muito de contar coma vossa presença e que nos pudessem dar “uma mãozinha”. Junto envio o link com mais informações e seguem umas fotos em anexo. Durante a semana vamos enviando mais informações! http://sermaior.wordpress.com/2011/06/27/muda-o-bairro/

 

 

Câmara cria plano municipal de prevenção de ‘bullying’

Junho 28, 2011 às 6:00 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Notícia do Diário de Notícias de 18 de Junho de 2011.

por Lusa

A Câmara de Santa Comba Dão vai criar um plano municipal de prevenção de ‘bullying’, na sequência de um estudo sobre este fenómeno que abrangeu 878 alunos do concelho, revelou o vice-presidente do executivo.

“Não temos tido conhecimento de grandes fenómenos de ‘bullying’ no concelho. Acima de tudo, o nosso grande objetivo é criar uma cultura preventiva englobando todas as entidades que estão no terreno”, justificou à agência Lusa o também presidente da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Santa Comba Dão, António Correia.

O estudo “Bullying — Prevenindo e Atuando” teve como público-alvo alunos do terceiro ano do primeiro ciclo do ensino básico, do segundo e do terceiro ciclos e também do ensino secundário.

Através de questionários, a CPCJ tentou perceber a incidência do fenómeno de ‘bullying’ para assim “potenciar linhas condutoras do processo de prevenção necessário a implementar na rede escolar concelhia”.

António Correia disse que os questionários indiciaram que “poderão haver casos de ‘bullying’ que às vezes não são muito detetados”, sendo, por isso, necessário agir preventivamente.

“Pretendemos criar um plano de prevenção, envolvendo os atores que mais diretamente intervêm nesta área, quer a comissão, quer as forças de segurança, quer as escolas, enfim, toda a comunidade”, explicou.

Segundo o responsável, se os alunos do primeiro ciclo “não têm tanta perceção relativamente ao que é este fenómeno”, conforme se vai subindo no nível de escolaridade “vai havendo maior perceção e os jovens relatam algumas situações dentro e fora da escola que podem ser consideradas ‘bullying'”.

“Roubar o telemóvel e pressionar colegas para darem dinheiro para ir comprar qualquer coisa foram casos relatados”, contou.

A análise dos questionários mostrou que no ensino básico o tipo de agressão mais apontada pelos alunos é a agressividade verbal, ocorrida sobretudo no espaço escolar.

No ensino secundário, “a agressão ocorre, maioritariamente, no espaço escolar”. As agressividades verbal e física “apresentam resultados semelhantes, surgindo a identificação de dois tipos novos de agressão por parte dos inquiridos: a emocional e a sexual”.

O nível de agressividade e a tendência para atos violentos “aumenta à medida que se verifica a mudança de ciclo de escolaridade, embora se registem fatores violentos nas escolas que não correspondem às características de um ato de ‘bullying'”, acrescenta.

António Correia contou que os resultados do estudo já foram dados a conhecer nas escolas e que, no início do próximo ano letivo, o mesmo acontecerá em relação à restante comunidade.

“A partir daí, vamos criar até ao final deste ano civil o plano municipal de prevenção de ‘bullying'”, assegurou.


Entries e comentários feeds.