Inquérito sobre Sexualidade Juvenil – Participa no Novo Estudo da Equipa Aventura Social

Maio 12, 2011 às 9:00 pm | Publicado em Divulgação, Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

Habilita-te a ganhar bilhetes para os concertos de Verão e carregamentos para telemóvel!!

Tens entre 13 e 21? Este questionário é para ti.

Dirige-te a uma das lojas participantes do IPJ – todas as situadas nas capitais de distrito, incluindo também a Loja da sede do IPJ, em Lisboa, Av. da Liberdade, 194 – até 30 de Junho, participa no estudo e habilita-te a ganhar:

  • um carregamento de telemóvel e bilhetes para festivais de verão.
  • 10 dos bilhetes são para os Coldplay (6 de Julho, Optimus Alive).

Regulamento do concurso

Este questionário é uma extensão do estudo Health Behaviour in School-Aged Children/OMS (www.hbsc.org) e procura estudar, mais aprofundadamente, os conhecimentos, as atitudes e os comportamentos relativos à sexualidade nos adolescentes portugueses.

Preencher este questionário vai ajudar a compreender melhor os interesses e necessidades dos jovens entre os 13 e os 21.

Este questionário é feito exclusivamente online e está disponível em todas as Lojas Ponto JA acima referidas do Instituto Português da Juventude, até 30 de Junho.

Caso pretendas algum esclarecimento adicional, por favor, contacta o Projecto Aventura Social, Faculdade de Motricidade Humana, Universidade Técnica de Lisboa (Dra Lúcia Ramiro:lramiro@fmh.utl.pt).

Obrigado por teres colaborado connosco!

Arte e Sabor: as cores da alimentação

Maio 12, 2011 às 5:00 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

No âmbito da Área de Projecto duas turmas do 9º ano concorreram ao Prémio Fundação Ilídio Pinho “Ciência na Escola”, 9ª Edição.

O projecto foi desenvolvido na área da Gastronomia Molecular, contando com a parceria de cientistas da área e do Centro de Saúde da Lourinhã, representado pelo Dr. Marcos Agostinho, que dará a conhecer alguns aspectos positivos desta alimentação.

Convidamos todos os interessados a participar no dia 13 de Maio, das 18h às 20h, no Auditório Dr. Afonso Rodrigues Pereira, Lourinhã.

Estará à disposição dos participantes algumas receitas confeccionadas pelos nossos “cientistas na cozinha”.

Palmira Graça

Coordenadora PES

Era uma vez… Histórias para toda a Família

Maio 12, 2011 às 1:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

Sábado, 14 | 10h30> 12h30 | Quinta do Peral
Sábados na Quinta  | Vamos aprender a fazer doce de fruta
Pela  formadora Mariana Prates

Sábado, 14 | 16h00 | Biblioteca Municipal
Tapete Voador: “A Mãe conta e encanta”
Convida a tua mamã, toda a tua família e os amigos e vem descobrir o mundo fantástico dos contos…

Sábado, 21 | 10h30> 12h30 | Quinta do Peral
Sábados na Quinta | Vamos comemorar o Dia da Biodiversidade
Num percurso de inventariação de espécies em redor da Quinta
(esta actividade é dirigida a crianças e jovens com mais de 8 anos)

Sábado, 28 | 16h00 |Biblioteca Municipal [Sala Infantil]
Contos de Isabel Bruma, narrados para Pais & Filhos
Uma sessão de contos especial com a presença da autora.
Ao longo do mês na Biblioteca Municipal
Ora leio eu, ora lês tu!
Partilha as tuas histórias preferidas em voz alta com os teus familiares e amigos, todas as tardes no Sector Infantil. O mês de Maio será dedicado à poesia Participa!

Os Nossos Tesourinhos
Aos poucos o nosso baú está a encher-se.
O tema de Maio: “ A minha mãe é a melhor do mundo porque…”

Dia 15| Domingo | 09h00| Ponto de Encontro: Escola E B nº1 de Alportel
COMEMORAÇÕES DO DIA INTERNACIONAL DA FAMÍLIA
Marcha Passeio Familiar pelo Sobreiral
Inscrições: Até dia 13, através do tel. 289840127 ou e-mail: gaaf@aejbv.pt
Org.: Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas, Associação Rota da Cortiça

As histórias são para toda a família!

II Conferência Anual “Novos Desafios da Parentalidade no Séc.21”

Maio 12, 2011 às 10:15 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

Mais informação Aqui

Mediação Escolar comemora Dia Internacional da Família

Maio 12, 2011 às 10:00 am | Publicado em Divulgação, O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

O Gabinete de Apoio ao Aluno e à Família (GAAF) do Agrupamento Escolar de S. João da Talha vai realizar um evento de comemoração do  Dia Internacional da Família (15 de Maio) no dia 14 de Maio. Sendo uma prioridade da Mediação Escolar do Instituto de Apoio à Criança a intervenção junto das famílias, o GAAF não poderia deixar de realçar este dia, promovendo diversas actividades em colaboração com o Departamento de Educação Física, Expressões e Educação Especial do agrupamento e contando ainda com o apoio da Junta de Freguesia e do Clube de Pais.

Educação para Totós – Eduardo Sá

Maio 12, 2011 às 6:00 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Artigo Escrito por Eduardo Sá na Pais & Filhos no dia 16 de Março de 2011.

Educação para totós

Muitos pais enfeitiçam as crianças, tornando-as sapos, quando as transformam no seu precioso espelho mágico, ficando totós uns para os outros.

1. Nas histórias para as crianças há, regra geral, uma princesa adormecida (de preferência formosa) e um cavaleiro apaixonado que se propõe despertá-la, com um fogoso beijo nos lábios. É verdade que poucos pais consideram que esta tendência obstinada de um transeunte, cheio de amor-próprio, para incomodar (com beijoquices) o eterno descanso da princesa seja um mau exemplo para as crianças. E é verdade, também, que se fosse um filho nosso a beijar (mesmo por distracção) um sapo com quem se tivesse cruzado, em vez de despontar – de tão fortuita fortuna – um príncipe teríamos lá em casa uma zaragata à italiana. Por outras palavras: não há quem entenda a forma imprudente como os adultos põem aos beijos as personagens das histórias para as crianças…
Mas – pior ainda – o que me preocupa é que nessas histórias há sempre uma pessoa que dorme e outra que a desperta. E isto já é publicidade enganosa. Porque – todos sabemos – duas pessoas acordam sempre que aquilo que as liga as desperta, uma à outra, ao mesmo tempo. Aliás, eu  acho que, com as crianças, se passa, sensivelmente, ao contrário do que sucede às princesas e aos sapos: elas estão despertíssimas mas, mais beijo menos beijo, há sempre alguém que não descansa enquanto não as adormece, por dentro, e as transforma em totós. (Se pensava que o lado enganador das histórias para as crianças passava pela forma como elas falam, por exemplo, de fadas – como se fosse possível encontrá-las numa qualquer repartição – ou pelo engenho com que põem uns pares de renas e o Pai Natal às voltas pelo ar, está muito enganado…).

2. Histórias à parte, são muitas as circunstâncias em que os pais acumulam muitos créditos com os quais tornam as suas crianças um bocadinho adormecidas. Ou, se preferirem, um tudo-nada… totós. Daí que, para acabarmos, de vez, com esta tentação de transformarmos crianças despertas em totós adormecidos devemos dizer que:
– as crianças estão autorizadas a sujar-se. As crianças que não se sujam não são uns anjos: ainda não descobriram que serão pessoas melhores sempre que forem pequenos índios com coração e com maneiras;
– as crianças devem brincar, também, na rua. Sempre que só sentem a cidade através dos vidros do carro dos pais deixam de ser crianças: ficam macambúzias;
– as crianças precisam de descobrir o tempo livre. Quando têm uma agenda e nunca mandam nos seus minutos – pelo menos quando brincam – não são crianças. São burocratas de mochila;
– as crianças têm o «direito constitucional» de andarem de cabeça no ar. Sempre que alguém as quiser certinhas e crescidas ficam rezingonas. E só quando forem pais, com um sentimento que viveram adormecidos, é que irão perceber que só aprende quem põe ao leme, para sempre, a vontade de rir;
– as crianças têm o dever de crescer com a ajuda de algumas trapalhices, porque só as crianças trapalhonas sabem que o brincar é a melhor escola de todos os imprevistos;
– as crianças estão autorizadas a cair. Nunca caindo não aprendem a cair;
– as crianças devem lutar, várias vezes por semana. Primeiro, com almofadas, com os irmãos. Depois, no chão da sala, com o pai. E, a seguir, com os amigos, fora de casa. Se nunca lutam podem, até, parecer exemplares. Mas não são crianças: tornam-se «xoninhas»;
– as crianças têm o direito a não ser falsamente elogiadas. Sempre que as elogiam, como se fossem tolas, viram sapos. Podem até ser belas. Mas tornam-se adormecidas.

3. Nas histórias para as crianças há, regra geral, uma princesa adormecida (de preferência formosa) e um cavaleiro apaixonado que se propõe despertá-la, com um fogoso beijo nos lábios. Mas, na verdade, quem estraga as histórias das princesas adormecidas não são nem os dragões nem as maçãs envenenadas. Nem o riso sarcástico das bruxas. Nem, muito menos, o lobo mau, o capitão Gancho ou a Maga Patalógica São mais os espelhos mágicos. E, pior, muitos pais enfeitiçam as crianças, tornando-as sapos, quando as transformam no seu precioso espelho mágico, ficando totós uns para os outros. E, mais beijo menos beijo, esquecem que, ao contrário das histórias, as pessoas só acordam sempre que despertam, umas para as outras, ao mesmo tempo.


Entries e comentários feeds.