Semana de Acção Global pela Educação

Maio 3, 2011 às 9:00 pm | Publicado em Divulgação, O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , , , , ,

A Semana da Acção Global pela Educação decorre de 2 a 8 de Maio e está inserida na Campanha Global pela Educação (Global Campaign for Education – GCE) que é uma coligação internacional de organizações da sociedade civil e ONGs, de sindicatos do mundo educativo, centros escolares e movimentos sociais diversificados, comprometidos com o Direito à Educação. Assumindo o IAC, desde a sua constituição (1983), a defesa e a promoção dos Direitos das Criança, o GAAF ( Gabinete de Apoio ao Aluno e à Família) do Agrupamento de Escolas de S. João da Talha, criado pelo Instituto de Apoio à Criança, não poderia deixar de assinalar esta semana, promovendo diversas actividades com o apoio do Departamento de Educação Física, Expressões e Educação Especial, tendo a colaboração da Junta de Freguesia e do Clube de Pais.

Acção – A Descoberta do Ser… o nascimento, a infância, a adolescência e o adulto

Maio 3, 2011 às 6:00 pm | Publicado em Divulgação, O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

“A Descoberta do Ser… o nascimento, a infância, a adolescência e o adulto” é um projecto de prevenção primária, na área da Educação para a Saúde – Sexualidade, que visa promover a saúde, prevenir a doença e prevenir e modificar comportamentos de risco. A Identidade, as Emoções e Sentimentos, o Corpo, as Relações Interpessoais, a Tomada de Decisão e os Comportamentos Protectores são alguns dos conteúdos que serão abordados na acção “A Descoberta do Ser…”, que o Sector da Humanização do Instituto de Apoio à Criança (IAC) vai realizar no dia 17 de Maio de 2011. Esta acção será orientada por Leonor Santos, Psicóloga Clínica e Psicoterapeuta. Ressalvamos que a ficha de inscrição deverá ser remetida com a maior brevidade, atendendo a que o número de inscrições é limitado. Ficha de inscrição

Actividades promovidas pelo IAC no âmbito da Mediação Escolar

Maio 3, 2011 às 1:00 pm | Publicado em O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , , ,

O Instituto de Apoio à Criança vai realizar um conjunto de acções destinadas a alunos e encarregados de educação, no âmbito da Mediação Escolar e coordenadas pela Dra. Melanie Tavares, de acordo com a seguinte descrição:

– 26 de Abril a 10 Maio – Ciclo de Acções de Sensibilização sobre Bullying ao alunos do 4º , 5º e 6º anos do Agrupamento de Escolas de Pinhal de Frades.

– 28 de Abril e 12 de Maio – “Conversas de Pais”- Actividade a realizar na Escola EB1/JI Fernando Pessoa, do Agrupamento de Escolas Eugénio dos Santos. Esta actividade é dirigida aos pais.

– Acção de Sensibilizaçao aos alunos da Escola EB1/JI Fernando Pessoa, do Agrupamento de Escolas Eugénio dos Santos, sobre emoções e afectos, baseada no livro “Pássaro da Alma”

– 5 e 6 de Maio -Participação no Colóquio sobre Bullying, organizado por  alunas do 12º ano, Turma 6 no âmbito da Área de Projecto, na Escola Secundária Fernão Mendes Pinto.

Portugal tem a 8.ª maior taxa de pobreza infantil entre os países da OCDE

Maio 3, 2011 às 6:00 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,
 

 A taxa de pobreza infantil em Portugal é de 16,6 por cento, um valor superior à média dos países da OCDE (12,7 por cento) e a oitava maior do grupo, refere um estudo da Organização hoje publicado.Portugal apresenta a oitava maior taxa de pobreza infantil entre os 34 países da OCDE, atrás de Israel, do México, da Turquia, dos Estados Unidos, da Polónia, do Chile e de Espanha.

De acordo com o relatório “Doing better for families“, hoje publicado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), referindo dados da última década, Dinamarca, Noruega e Finlândia têm as menores taxas de pobreza infantil, com 3,7 por cento, 4,2 por cento e 5,5 por cento, respectivamente.

Para a generalidade dos países da OCDE, as crianças que vivem em famílias monoparentais em que apenas um adulto aufere rendimentos tendem a ter taxas de pobreza mais elevadas do que as que vivem em famílias duo-parentais em que apenas um adulto trabalha. No entanto, Portugal configura uma excepção a esta tendência, a par da Dinamarca, da Noruega e da Suécia.

A percentagem de crianças que vivem em famílias em que os dois pais estão empregados é, regra geral, elevada, com destaque para a Eslovénia, Portugal e os Estados Unidos, onde mais de 60 por cento das crianças vivem em famílias cujos pais trabalham a tempo completo.A taxa de mortalidade infantil caiu em quase todos os países da OCDE, com Portugal a apresentar a descida mais acentuada da mortalidade entre crianças dos 0 aos 14 anos desde 1970, tanto por ferimentos acidentais como intencionais.

 

Diário de Notícias em 27 de Abril de 2011


Entries e comentários feeds.