Conferência Internacional «Mediação Familiar e Comunitária»

Abril 25, 2011 às 9:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , ,

Mais informações Aqui

Crianças portuguesas valorizam mais roupa do que brinquedos

Abril 25, 2011 às 1:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social, Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Notícia do Sol de 6 de Abril de 2011.

As crianças portuguesas dão mais importância à roupa e ao calçado do que aos brinquedos, revelam os resultados de um estudo que será apresentado na quinta-feira no Porto.

A autora do estudo, Luísa Agante, docente do IPAM – The Marketing School, disse que a grande valorização das roupas foi uma das principais conclusões do estudo, realizado em 2008 e que envolveu 249 crianças dos segundo e terceiro anos de quatro escolas portuguesas, uma das quais privada.

No estudo «O significado das compras para as crianças: uma comparação entre Portugal e os EUA», Luísa Agante utilizou a técnica do desenho sob a instrução «Desenha o que te vem à mente, quando pensas em ir às compras».

A investigadora usou a mesma metodologia utilizada em 1989 nos Estados Unidos, num outro estudo envolvendo 112 crianças do segundo ao quarto anos.

Luísa Agante reconheceu a fragilidade de comparar resultados de estudos tão distantes no tempo, afirmando que é seu objectivo repetir o método nos Estados Unidos e na Ásia, para poder fazer comparações interculturais.

A docente, que completou doutoramento em 2010, tem vindo a estudar há mais de 10 anos, desde a tese de mestrado, a importância que as pessoas dão à roupa e o crescimento do materialismo nas crianças.

«Damos muita importância à roupa e ao calçado. É algo específico do sul da Europa», afirmou, salientando que «estar in ou estar out » para os rapazes e para as raparigas tem muito a ver com o que calçam e vestem.

No mesmo estudo, Luísa Agante concluiu também que as crianças desenham muito leite e iogurtes, o que atribuiu às campanhas específicas de consumo de leite na União Europeia.

«Num terceiro nível, verificou-se o quão importante são para as crianças as marcas dos retalhistas, alimentares e não alimentares», acrescentou.

Salvaguardando as distâncias temporais, a investigadora concluiu que as crianças portugueses de 2008 vão mais às compras com os pais do que as norte-americanas de 1989, o que considerou indiciador de diferentes padrões de compra.

Os resultados do estudo vão ser apresentados na quinta-feira no VI Seminário de Marketing Infantil, organizado pelo IPAM e pela BrandKey, e que conta com mais 15 oradores, entre os quais David Buckingham, professor do Instituto da Educação da Universidade de Londres.

Lusa/SOL

Direitos humanos: Violência sobre detidos e crianças e tráfico humano, relatório EUA sobre Portugal

Abril 25, 2011 às 6:00 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , ,

Notícia do i de 8 de Abril de 2011.

O relatório mencionado na notícia é o seguinte:

2010 Country Reports on Human Rights Practices : 2010 Human Rights Report: Portugal

Um relatório do Departamento de Estado norte-americano hoje divulgado denuncia em Portugal agressões da polícia e guardas prisionais sobre detidos e reclusos, violência contra crianças e mulheres e tráfico humano para exploração sexual e trabalho escravo.

O relatório de 2010, sobre as práticas de direitos humanos e que abrange 194 países, excluindo os Estados Unidos, aponta ainda, relativamente a Portugal, discriminação contra as mulheres e falta de condições das prisões, onde suspeitos de crimes ficam lado a lado com condenados e menores junto com adultos.

O documento foi elaborado com base em informação das embaixadas e dos consulados norte-americanos, fontes governamentais estrangeiras, organizações internacionais e não governamentais e publicações.


Entries e comentários feeds.