3º Intercâmbio de Crianças e Jovens do projecto “Tropas da Solidariedade”

Abril 11, 2011 às 4:00 pm | Publicado em O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

No próximo dia 13 de Abril, o IAC-Projecto Rua vai realizar o 3º Intercâmbio de Crianças e Jovens do projecto “Tropas da Solidariedade” que contará com a participação de cerca de 25 crianças com idades entre os 10 e os 16 anos, provenientes de 5 comunidades diferentes: Bairro 6 de Maio, Bairro Cova da Moura, Bairro do Armador, Bairro da Boavista e Rio de Mouro.

Natacha, Joana, Nuno e Bruno são o rosto do sucesso do projeto “Novos bons alunos”

Abril 11, 2011 às 1:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social, Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

Notícia do Público de 5 de Abril de 2011.

Natacha, Joana, Nuno e Bruno não se interessavam pela escola e estudar era um sacrifício que se reflectia nas notas. Hoje, sabem estudar, percebem a importância da escola e sonham com um futuro. Resultado do projecto “Novos bons alunos”.

O projecto é da autoria dos Empresários pela Inclusão Social (EPIS), que desde 2007 trabalham junto de escolas do país no combate ao insucesso escolar entre alunos do 3º ciclo do ensino básico (7º, 8º e 9º anos). A organização reúne-se na quarta-feira em Lisboa numa conferência sobre “Escolas de Futuro”.

Natacha Lima tem 15 anos, anda no 9º ano e teve contacto com o projecto “Novos bons alunos” enquanto estudava no 7º ano por causa das “negas”. A escola não lhe interessava e quando chegava a casa não tinha o hábito de rever a matéria dada naquele dia.

“Abandonar a escola eu nunca teria abandonado, mas passava sempre com dificuldade e assim a EPIS ajudou”, explicou à Lusa.

Ajuda materializada em mais do que acompanhamento escolar: “Falávamos de 15 em 15 dias [com a mediadora]. Combinávamos ao fim de semana eu ligar e contar como é que estava a correr a semana e se eu tivesse dificuldade nos trabalhos pedia ajuda”.

O caso de Joana Bernardo não é muito diferente. Com 17 anos frequenta o 8º ano num Curso de Educação e Formação (CEF) de Jovens, uma forma de concluir a escolaridade obrigatória. O objectivo agora é concluir o 9º ano “para ser alguém”, mas lembra-se de que, quando começou a ser acompanhada, não queria estar na escola e esteve em abandono.

“Eles recuperaram-me e fizeram-me voltar à escola”, revelou, lembrando que tinha preguiça em levantar-se cedo e que era uma aluna “problemática”.

Desde que começou a ser acompanhada pela professora Sara, a mediadora dos EPIS, as coisas passaram a ser diferentes.

“Fazia-me estudar uma hora por dia para não me aborrecer tanto. Se tinha algum problema em casa ou na escola falava com ela porque ela estava sempre disponível para me ajudar”, explicou Joana.

Os resultados estão à vista: “Eu costumava ser aluna de 3 e agora estou a chegar aos 4 e 5, mas é mesmo por causa da EPIS”.

Nuno Miguel, 18 anos e a frequentar 10º ano, é de menos palavras, mas lá foi admitindo que tinha dificuldades na escola e que tinha preguiça em estudar.

“Mudou a forma de encarar a escola, a forma de estudar, a maneira como vejo a escola e o futuro. Comecei a ter outra atitude na escola e a encará-la de um modo mais sério porque sei que isso é importante para ser alguém na vida”, revelou à Lusa.

Também Bruno Sousa, 18 anos e no 10º ano, tem noção das vantagens de ter sido um dos alunos acompanhados: “Podia estar na escola, mas se calhar passava mais por baixo da mesa, passava à rasquinha com a ajuda deste e daquele”.

O trabalho realizado envolve os alunos, a família e a escola e é feito através de um mediador, escolhido pela autarquia ou pelo Ministério da Educação, que trabalha directamente com os alunos para os motivar e ensinar métodos de estudo.

“A minha função é ajudar o aluno nos problemas que ele tiver na escola, fazer uma ligação com a família, com os professores e tentar resolver qualquer problema que impeça o sucesso do aluno”, explicou a mediadora Sara Pereira.

O ano de 2011 arranca com um total de 49 mediadores, espalhados por 50 escolas dos concelhos de Paredes, Matosinhos, Resende, Pampilhosa, Santarém, Amadora, Sesimbra e Setúbal, com uma carteira de cerca de 4.000 alunos.

Os números mostram o sucesso do projecto: nos 5.812 alunos acompanhados entre 2008 e 2009, a taxa de aprovação passou de 63 por cento em 2008 para 77 por cento, em 2009.

Destes 5.812 alunos, 3.404 foram acompanhados durante dois anos e a taxa de aprovação passou de 58 por cento em 2008, para 74 por cento em 2009 e 77 por cento em 2010.

Liga MEO Escolas

Abril 11, 2011 às 11:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

“A Liga MEO Escolas contará com a participação de milhares de jovens, entre os 10 e os 15 anos, realizando-se os jogos das Fases Locais em 24 escolas anfitriãs que convidam 6 escolas de cada um dos agrupamentos dos seus Concelhos, num total de 168 escolas, 384 equipas e respectivos Professores de Educação Física.

A Liga MEO Escolas é um projecto ambicioso onde o objectivo é levar milhares de jovens a praticar Futebol dentro da sua Escola, constituída por e fases; Local, Regional e Final Nacional.

Os escalões etários definidos, em acordo com o Desporto Escolar são, Infantis (1998/1999/2000 e 2001) e Iniciados (1996/1997).

Esta iniciativa conta com o apoio do Ministério da Educação, da Direcção Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular, através do Desporto Escolar.

No campo desportivo recebeu o apoio institucional da FPF – Federação Portuguesa de Futebol.

Por parte dos encarregados de educação, é com muito orgulho que contamos com o apoio e incentivo da CONFAP – Confederação Nacional das Associações de Pais.”

Mais informações:

http://www.ligameoescolas.com
http://twitter.com/#!/LigaMEO_Escolas
http://www.youtube.com/user/LigaMEOescolas
http://www.facebook.com/ligameoescolas

IAC-Fórum Construir Juntos na Feira do Voluntariado em Coimbra

Abril 11, 2011 às 6:00 am | Publicado em Divulgação, O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

O IAC-Fórum Construir Juntos vai participar na Feira do Voluntariado  organizada pela Junta de Freguesia de Santo António dos Olivais que irá decorrer no Centro Comercial Dolce Vita, em Coimbra, de 12 a 15  de  Abril, no âmbito do Ano Europeu do Voluntariado e da Cidadania Activa. Nesta feira estarão presentes cerca de 20 instituições da referida freguesia que divulgarão as suas actividades e projectos.

Nesta feira, estará disponível para venda o audiolivro “Histórias com Direitos”.

Mais informações Aqui


Entries e comentários feeds.